Cadeira do Papa

O Satuário Nacional de Aparecida apresentou nesta quinta-feira a cadeira de madeira que será usada pelo papa Bento XVI durante a missa campal de abertura da 5ª Conferência Geral do Episcopado Latino Americano e Caribe, no dia 13 de maio que reunirá cerca de 500 mil pessoas em Aparecida (SP). O trono papal será uma peça "ecologicamente correta", construída com madeiras recicladas, informaram hoje fontes eclesiásticas.

A cadeira foi confeccionada com quatro tipos de madeira, peroba do campo, pinho de riga, óleo de bálsamo e pereira. A peça foi desenhada pela designer Cláudia Moreira, de São Paulo, e montada por jovens da Marcenaria da Fazenda, entidade sem fins lucrativos que acolhe jovens enviados pelo Instituto Acaia, de São Paulo.

A cadeira tem 1,60 m de altura, 85 centímetros de largura e pesa 90 kg. O objeto ainda está sendo montado e será entregue ao Santuário Nacional num prazo de 10 dias.

Segundo o padre Hélcio Vicente Testa, administrador do Santuário Nacional, a cadeira será utilizada pelo Pontífice nos dias 12 e 13 de maio. No dia 12, a cadeira será colocada no altar central da Basílica Nacional onde o Papa vai rezar o terço, com cerca de 45 mil religiosos de todo o Brasil.

No dia 13, a cadeira será colocada no palco onde será celebrada a missa campal. "Depois do evento, a cadeira será levada para o Museu do Santuário Nacional, que atualmente abriga a cadeira que foi feita para a missa celebrada pelo papa João Paulo II, em 1980", afirmou o padre.

Além da cadeira do Papa, o Santuário Nacional encomendou, outras seis cadeiras para os cardeais que auxiliarão Bento XVI na missa, e outros seis genuflexórios (para apoiar os joelhos), que serão utilizados apenas pelos cardeiais que estiverem co-celebrando a missa.

As peças foram feitas de madeira encontradas em demolições de residências e o custo do trabalho não foi divulgado pela Marcenaria da Fazenda, onde os utensílios foram fabricados.

Cláudia Moreira disse que os braços da cadeira do Papa foram feitos com jacarandá da Bahia e tem cilindros de encaixe das peças feitos em pau-brasil. Em cada um dos braços da cadeira há uma semente de jarina, um marfim vegetal, para embelezar a peça.

"O lado superior da cadeira representa um manto e o acento tem uma espuma embutida que oferece conforto", afirmou. O genuflexório também é feito com as mesmas madeiras e tem uma tonalidade mais escura em forma de cruz, que representa o sacrifício de Jesus Cristo", disse a designer.

Data: 19 de abril de 2007 | Fonte: Luciana Mendes - Redação Terra